21.7.10

Rita, mariquinhas pé de salsa

As chunguitas do metro são um espécimen humano que me assusta verdadeiramente. Sim, digo-o sem medo. Assustam-me. Arrepio-me e tremo ligeiramente, quando elas passam por mim. Respiro mais depressa, quando elas se sentam ao meu lado no metro. Chunguitas do metro out there, feel your power.
Com os seus cabelos empestados de gel, puxados para trás com uma força equivalente a 9G e presos num totó semelhante a uma meia de desporto, de orelhas multiperfuradas, falam com voz elevada, enquanto reviram os olhos e rebentam agressivamente balões de pastilha elástica.

Eu guardo o telemóvel na mala, coloco as mãos juntas entre as pernas e baixo a cabeça, sem as olhar. Sempre sem as olhar.


7 comentários:

Cate disse...

AHAHAHAH! Pussy!

(eu também :\)

Anónimo disse...

ah ah ah é toda uma espécie que impõe respeito lol

JPS disse...

A Ralha com medo? É o mundo de pernas para o ar!

Rita disse...

Leio este post e na minha cabeça começo simultaneamente a imaginar que eu sou a Rita, mariquinhas pé de "coentros".
Para mim, atrai-me tentar perceber o que esses Seres (e digo-o com o maior respeito) dizem. O que conversam.
Mas normalmente não entendo.

Helder Vieira disse...

Dado que sou leitor regular desde simpático blog mas n tenho o hábito de comentar.. e para não ser igual á multidão que te felicita via FB... aqui ficam os meus mais sinceros PARABÉNS!!! =D q tenhas um dia em grande, com pouco ou nenhum trabalho de preferência =D **

ritah disse...

Viva a diferença! Muito obrigada! :D

Sofia disse...

"Com os seus cabelos empestados de gel, puxados para trás com uma força equivalente a 9G"

my favourite! Sempre me perguntei se não têm dores de cabeça ao fim d dia